CINEMA
25/11/2020, 23:07

Festival de Cinema Russo tem início no Brasil em dezembro

Pela primeira vez o Brasil sedia uma edição do Festival de Cinema Russo – Russian Film Festival, produzido pela Roskino – organização promotora de conteúdos russos em todo o mundo. Seu principal objetivo é introduzir a todos os cinéfilos internacionalmente a grande variedade de conteúdos russos modernos. Ao lançar a marca Festival de Cinema Russo, a Roskino estabeleceu uma nova direção para promover conteúdo russo nos mercados internacionais.

Além do Brasil, a série de festivais acontece de forma online na Austrália, México e Espanha, entre novembro e dezembro de 2020. Todos os filmes serão exibidos com legendas locais e, nas animações, os espectadores terão à disposição os filmes totalmente dublados. Para a indústria cinematográfica russa, este é o primeiro projeto online desse tipo, voltado a um público internacional bastante amplo.

O Brasil é considerado um dos mercados em maior perspectiva para o conteúdo russo, já que figura dentre o TOP 10 do mercado externo, no que diz respeito às bilheterias dos filmes russos entre 2014 a 2019. Em 2019, sete filmes russos foram lançados no Brasil e os números recentes de bilheteria mostram que os gêneros mais populares dos filmes russos no Brasil são filmes de animação, terror, drama e ficção científica.

"A Spcine Play é a única plataforma pública de streaming do Brasil e conta com aproximadamente 320 títulos, divididos entre filmes, séries e espetáculos que podem ser assistidos gratuitamente de qualquer lugar do Brasil. Por meio de uma curadoria minuciosa, o catálogo disponibiliza diversos clássicos do cinema brasileiro e títulos exibidos em festivais internacionais. Estamos bem empolgados com esta parceria com o Russian Film Festival, pois a filmografia russa é uma das mais pungentes e interessantes da atualidade", comenta em nota Dilson Neto, coordenador de Difusão da Spcine.

"Nos últimos anos, o conteúdo russo tornou-se mais popular nas plataformas de VOD, como mostram os projetos de animação russos na China, o sucesso da série 'To the Lake', comprada pela Netflix, entre outros. A programação do Festival, que exibe desde animação e suspense até filmes autorais, é adaptada para atender aos interesses de um grande público de diferentes idades e com várias preferências em gêneros cinematográficos. No futuro, planejamos implementar um formato híbrido do Festival de Cinema Russo, combinando eventos online e offline", diz Evgenia Markova, CEO da Roskino.

Os títulos que compõem a programação são: "Arritmia" (Arrythmia, na foto), de Boris Khlebnikov (Drama); "O Coração do Mundo" (Core of the World), de Natalia Meshchaninova (Drama); "O Homem que Surpreendeu a Todos" (The Man Who Surprised Everyone), de Natasha Merkulova e Aleksey Chupov (Drama); "O Texto" (Text), de Klim Shipenko (Suspense, baseado no best-seller de Dmitry Glukhovsky); "Vamos nos Divorciar" (Another Woman), de Anna Parmas (Comédia); "Bolshoi" (The Bolshoi), de Valery Todorovsky (drama sobre o mundo do balé); "O Francês" (A Frenchman), de Andrey Smirnov (Drama) e "O Reino Gelado: Terra dos Espelhos" (The Snow Queen: Mirrorlands – entre os 3 melhores filmes russos de animação nas bilheterias internacionais em 2019).

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top