AGENDA
27/02/2020, 18:16

TV Cultura promove seminário sobre arquivos audiovisuais

A TV Cultura e a FIAT/IFTA (Federação Internacional dos Arquivos de Televisão) promovem o Seminário Regional Arquivos Audiovisuais na América Latina: Acesso, Valor e Preservação. O encontro está marcado para os dias 19 e 20 de março, na sede da emissora, em São Paulo.

No seminário, especialistas do setor audiovisual e fornecedores das novas tecnologias de mídia irão discutir os efeitos da transformação digital na organização dos arquivos. Entre os temas de debate, estão a urgência em salvar os arquivos analógicos da obsolescência e deterioração e a utilização da tecnologia para preservar, catalogar, acessar e valorizar o conteúdo audiovisual. Os encontros são voltados a profissionais e demais interessados na área.

Entre os palestrantes já confirmados estão: o dramaturgo Silvio de Abreu; a direção da Federação Internacional dos Arquivos de Televisão: Brid Dooley, Jacqui Gupta e Brecht Declerc; da TV Cultura: o presidente José Roberto Maluf, o diretor técnico Nelson Faria, o gerente do Cedoc José Maria Pereira Lopes, o gerente de Multimídias Danilo Rocha, e a consultora Rita Marques; do SBT: o diretor Raimundo Lima e o consultor de novas mídias Teder Morás; representantes dos arquivos das televisões da RTP de Portugal: Hilário Lopes da TVN do Chile, Amira Arratia da RTVE da Espanha, Virginia Bazan da Argentina, Mariela Molina e Silvia Massafero do Canal 9, Julio Fernández Baraibar da RTA, Maria Carnevale e Adriano Adoryan da EBC; os professores Fernando Moreira, da Univap, José Augusto Mannis, da Unicamp, e Áureo Busetto, da Unesp; o coordenador do acervo audiovisual do SESC, João Zílio; o diretor da Media Portal, Fabio Tsuzuki; a cineasta Angela Zoé; o jornalista Ingo Ostrovsky; e o CEO da NOA, Jean-Christophe Kummer.

O valor de participação é de R$700 (mais os R$70 de taxa) e as inscrições devem ser realizadas por meio da plataforma Sympla.

Comentários

1 Comentário

  1. Avatar Rogério Brandão disse:

    Inacreditável que um Seminário dessa importância organizado pela TV Cultura, dita pública,com apoio da Fiat, seja pago. Isso revela que não há nenhuma intenção prática de conscientizar a sociedade sobre a importância da preservação da memória áudio-visual histórica e seu papel para a identidade nacional. É só o business mesmo.Lamentável.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2020 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top