PROGRAMAÇÃO
29/03/2021, 17:53

SescTV exibe e disponibiliza sob demanda curtas que destacam produções de mulheres negras

O SescTV disponibiliza sob demanda e exibe no canal curtas-metragens que vão ar a partir do dia 1º de abril,  todas as quintas feiras, às 22h. As produções complementam o ciclo de curtas metragens "Mulheres Negras no Audiovisual", que começaram a ser exibidos durante o mês de março no canal. Os curtas-metragens "Barco de Papel", de Thais Scabio; "Corações Encouraçados", dirigido por Jamile Coelho e Cintia Maria; e "Cinzas", de Larissa Fulana de Tal serão exibidos na faixa +Curtas, composta por filmes de curta duração, documentais e ficcionais, produzidos no Brasil e no exterior.

Sob a curadoria da cineasta Renata Martins, o ciclo Mulheres Negras no Audiovisual apresenta um recorte da produção recente em curtas-metragens feitos por mulheres negras, que dão visibilidade ao protagonismo negro e ao combate ao racismo. Todas as histórias podem ser assistidas em casa, na plataforma do SescTV, gratuitamente e sem necessidade de cadastro. 

Na animação "Barco de Papel" (foto), Peninha é uma criança que trabalha como engraxate no centro comercial de Santo Amaro, na cidade de São Paulo. Em um dia de chuva, o garoto resolve se abrigar embaixo de um toldo de uma loja. Para se distrair, ele brinca de dobraduras com os papéis que voam, faz um barco de papel e acaba cochilando. Peninha sonha com sua vida em papel e sapatos no cotidiano de São Paulo. Quando acorda, é noite, ele percebe que está em perigo e tenta voltar para seu sonho, mas o barquinho tomba. Entre realidade e fantasia, o menino viaja em uma aventura num mundo de papel e sapatos. A exibição será na quinta-feira, dia 1º de abril, às 22h.

Em "Corações Encouraçados", as diretoras Jamile Coelho e Cintia Maria contam a história do casal sertanejo João (Carlos Betão) e Ana (Valdinéia Soriano) a respeito da influência da estiagem em suas vidas. O filme fala sobre a busca, a perda, a saudade, o desespero, mas também sobre a esperança. Ana sempre reza a espera de um milagre: a chuva. Enquanto isso, João atravessa o sertão na expectativa de conseguir levar água para casa, antes que Ana dê à luz. A exibição também será na quinta, 1, às 22h16. 

O curta-metragem "Cinzas", inspirado no conto homônimo de Davi Nunes, aborda as angústias e dificuldades do jovem Toni ao longo de mais um dia de sua rotina. O rapaz vê as 24 horas de um dia insuficientes para cumprir todas as obrigações de quem mora na periferia e precisa trabalhar, pagar a faculdade e cuidar da casa. A exibição será na quinta-feira, dia 8 de abril, às 22h. 

Também fazem parte do ciclo de produções que dão visibilidade ao protagonismo feminino negro os seguintes filmes: "Tia Ciata", dirigido por Mariana Campos e Raquel Beatriz; "A Mulher Que Eu Era", de Karen Suzane; "Sample", dirigido por Ana Julia Travia; "Carne", com direção de Mariana Jaspe; "Vó, a Senhora é Lésbica?", de Bruna Fonseca e Larissa Lima; e "Rainha", dirigido por Sabrina Fidalgo.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top