Banda larga
30/03/2015, 22:20

Net contesta Proteste e diz que medição de qualidade oficial é a da Anatel

O diretor de estratégia regulatória da Net Serviços, Gilberto Sotto Mayor, questiona os dados apresentados pela Proteste em relação à qualidade da Internet. "O medidor da Proteste não pode servir de parâmetro porque ele não funciona", diz o executivo. "A forma pela qual a medição é feita desconsidera o fato de que em uma mesma residência várias pessoas podem estar consumindo banda ao mesmo tempo, a conexão pode estar sendo feita por meio de uma rede Wi-Fi com sinal ruim e não considera se o acesso é a algum conteúdo fora da rede da operadora", diz Gilberto Sotto Mayor.

Outro aspecto destacado pela Net é que a Anatel, que regula os operadores de banda larga, determinou uma metodologia e especificou um medidor oficial de banda larga (brasilbandalarga.com.br), desenvolvido pela Entidade Aferidora de Qualidade (EAQ), que é homologado pela agência e que tem valor oficial. "Seria importante que a Proteste divulgasse a metodologia de seu medidor e explicasse como trata essas situações que eu mencionei. E tem que dizer que a metodologia deles é diferente da usada pela Anatel, que é a oficial", diz Sotto Mayor, lembrando que, para evitar confusões para o consumidor, as próprias operadoras foram obrigadas pela agência a tirar de seus sites os medidores próprios e adotar o medidor padrão da EAQ.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top