Publicidade
Início Newsletter (Pay-TV) Globo abre resultados da agenda ESG e destaca impacto social e pauta ambiental

Globo abre resultados da agenda ESG e destaca impacto social e pauta ambiental

(Foto: Divulgação/ TV Globo)

A Globo divulgou nesta terça-feira, dia 30 de abril, seu Relatório ESG 2023, que aponta avanços nas metas traçadas para 2030 em cada um dos seis compromissos públicos da companhia, que estão conectados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. A Globo registrou marcos no impacto social de seu conteúdo. Entre os destaques dos resultados estão:

  • – Pela primeira vez, contou com protagonistas negros em todas as novelas inéditas em exibição na TV Globo;
  • 99.127 minutos de matérias exibidas sobre temas sociais e ambientais e 8.674 matérias digitais publicadas; 
  • 11.484 minutos veiculados sobre educação; 
  • Aumento de 30% no número de transmissões de futebol feminino na TV Globo e no sportv em relação a 2022; 
  • Mais de 64 milhões de pessoas assistiram às transmissões da Copa do Mundo Feminina de 2023 na TV Globo e no sportv, o que faz da Copa de 2023 a mais assistida da história. Foram consumidos 1,9 bilhão de minutos de conteúdo sobre a competição nas plataformas;
  • – Em 2023, a Globo cedeu R$ 267 milhões em mídia para campanhas sociais e veiculou o equivalente a R$ 524 milhões em campanhas sociais próprias da Globo. 

Internamente, 72% das contratações no último ano foram de pessoas pertencentes aos quatro grupos sub-representados priorizados pela companhia: negros, mulheres, população LGBTQIA+ e pessoas com deficiência. A meta é recrutar, no mínimo, 50% de mulheres e negros até 2030 – em 2023, essa proporção está em 46% para ambos os grupos. O olhar para o colaborador também se refletiu na preocupação com a saúde mental, com salto de 13 para 52 sessões de terapia gratuitas por ano para cada funcionário, além da extensão do auxílio creche e babá para os pais. No ano passado, a Globo realizou ainda a 7ª edição do Laboratório de Narrativas Negras e Indígenas (Lanani), em parceria com a FLUP, para promover o acesso de roteiristas negros e indígenas ao mercado audiovisual. Ao longo das edições, o Lanani já desenvolveu quase 200 roteiristas negros e indígenas.

Desenvolvimento e bem-estar dos colaboradores 

Em busca de uma governança transparente, a Globo recebeu 1.047 denúncias na Ouvidoria, sendo 50% relacionadas ao Código de Ética – todas apuradas, segundo a empresa. Com o caso “Globo e a sua jornada de conscientização e criação da cultura da privacidade”, a empresa conquistou o 2º lugar no prêmio SERPRO, que reconhece iniciativas de impacto em privacidade e proteção de dados pessoais. E, para garantir a proteção de propriedade intelectual, elaborou um plano estratégico de Segurança da Informação, que prevê o investimento de 211 milhões de reais no triênio 2023-2025. Por fim, o Centro de Operações Globo ajudou a bloquear 2.576 sites de transmissão ilegal de conteúdo. 

Sustentabilidade nas operações 

O Relatório ESG 2023 também destaca a agenda ambiental da Globo no setor audiovisual brasileiro. Além de ser a única empresa do segmento a conquistar o Selo Ouro do Programa Brasileiro de Emissões de GEE, pelo segundo ano consecutivo, a Globo implementou em 2023 o Guia Produções Verdes em 100% das produções dos Estúdios Globo. Isso significa que diversas etapas da produção seguem as melhores práticas sustentáveis do mercado. Foram mais de 700 ações planejadas pelas produções seguindo as recomendações do guia e mais de 60 reuniões e workshops com as equipes. A previsão é aplicar as mesmas práticas ao Esporte e Jornalismo ainda em 2024.

Perseguindo a meta de ter 100% da energia proveniente de fontes renováveis, em 2023 a companhia atingiu o patamar de 99,5% de fontes verdes e uma redução de aproximadamente 15%das emissões absolutas em carbono equivalente, nos escopos 1, 2 e 3, comparado ao ano base de 2019. Já no objetivo de se tornar Aterro Zero nos próximos seis anos, houve uma redução de 37,7% para 17,4% dos resíduos que foram destinados a aterro sanitário em 2023 em comparação ao ano anterior (em 2020, esse número era de 74%). 

Educação 

Em 2023, a Globo ampliou seu compromisso com a educação ao se tornar uma das embaixadoras do Movimento Educa2030, do Pacto Global da ONU. Com isso, assumiu metas voltadas para impulsionar a escolaridade de colaboradores, sobretudo dos mais vulneráveis; promover a inclusão produtiva de jovens e impulsionar o desenvolvimento profissional de mulheres nas áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática. 

Com o Movimento LED – Luz na Educação, em parceria com a Fundação Roberto Marinho, a Globo recebeu inscrições de mais de 3.300 mil iniciativas no Prêmio LED e no Desafio LED. Já o Festival LED, evento gratuito que propõe discussões sobre o setor, registrou número recorde de 286 mil participantes presenciais e online. E o Especial LED alcançou 27 milhões de pessoas na exibição do programa em horário nobre da TV Globo. Os projetos premiados em 2023 trabalhavam com pautas contemporâneas, como educação indígena e antirracista, empoderamento feminino e combate à violência nas escolas.

O Relatório ESG 2023 apresenta o desempenho socioambiental e relacionado à governança da Globo abrangendo a TV Globo (canal aberto), os 20 canais por assinatura, plataformas digitais e o Globoplay (streaming). O documento foi auditado pela Bureau Veritas, em conformidade com as Normas Universais da GRI 2021, além do standard para mídia e entretenimento do Sustainability Accounting Standard Board (SASB). O material está disponível online, na íntegra

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile