DISTRIBUIÇÃO
31/03/2020, 20:26

Elo Company busca conteúdos de ficção para TV e streaming

A distribuidora audiovisual Elo Company está buscando conteúdos de ficção – seriados ou longa-metragens – para TV e plataformas de streaming. Os títulos devem ser brasileiros e precisam estar finalizados e também com os direitos de distribuição para TVs e video on demand disponíveis no país. Produtores de todas as regiões do Brasil podem submeter suas obras por meio do site da empresa ou pelo e-mail aquisicao@elocompany.com.

A iniciativa da Elo é motivada pelo período de isolamento social e quarentena, onde as pessoas buscam novas opções de entretenimento dentro de casa. Uma pesquisa feita pela Nielsen Media Research, por exemplo, aponta uma expectativa de mais de 60% de crescimento em streaming no período. A abertura da programação de TVs pagas, bem como as ações promocionais das plataformas de VoD, tendem a expandir esse crescimento para além do streaming. 

"Como trabalhamos também com distribuição em televisão e video on demand, e também no mercado internacional, neste momento estamos focados em conteúdos finalizados de alta qualidade, pois com o consumo in house as demandas têm aumentado, o que é uma possível renda para a ELO e para os produtores – estamos também estudando oportunidades com as mudanças atuais e otimizando todos os profissionais da empresa para pensar ideias criativas e originais", afirma Barbara Sturm, Diretora de Conteúdo na ELO Company, com exclusividade para TELA VIVA. 

Sabrina Nudeliman Wagon, CEO da distribuidora, completa: O setor pede mais variedade de entretenimento neste momento para apoiar as pessoas a ficarem em casa. Sabemos que temos produtores bastante criativos, com conteúdos que podem colaborar para isso, e que esta pode ser uma boa oportunidade para eles". Wagon finaliza: "Vale dizer que tivemos pelo menos três vendas fechadas nas últimas duas semanas e temos uma demanda gigantescas de conteúdo para Brasil, em especial ficção, de 2018 a 2021". 

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2020 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top