Regulamentação
31/10/2014, 18:06

Metas de qualidade da banda larga ficam mais rigorosas

POR REDAÇÃO

A partir deste sábado, 1º, a Anatel ficará mais exigente em relação às metas de qualidade da banda larga fixa e móvel. Isso porque entra em vigor o novo patamar de velocidade instantânea e média: 40% e 80% da velocidade contratada.

Em outras palavras, na contratação de um plano de 10 Mbps, a média mensal de velocidade deve ser de, no mínimo, 8 Mbps. A velocidade instantânea – aquela aferida pontualmente em uma medição – deve ser de, no mínimo, 40% do contratado, ou seja, 4 Mbps.

Com isso, caso a prestadora entregue apenas 40% da velocidade contratada por vários dias, terá de, no restante do mês, entregar uma velocidade alta ao usuário para atingir a meta mensal de 80%.

As metas de velocidade instantânea e média começaram em 20% e 60%, respectivamente, no primeiro ano de vigência do Regulamento Geral de Qualidade (RGQ) do SCM e do SMP, aprovado em 2011. Depois, no segundo ano, passaram a 30% (velocidade mínima) e 70% (velocidade média). E daqui para a frente permanecem em 40% e 80%.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2020 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top