Mercado
31/10/2019, 17:02

Leandro Hassum estrelará dois filmes da Netflix

A Netflix anunciou nesta quinta, 31, que o comediante Leandro Hassum estrelará dois filmes do serviço. Ambos serão criados em parceria com o roteirista Paulo Cursino e o diretor Roberto Santucci, com produção da Camisa Listrada.

De acordo com o diretor de aquisição de conteúdo para o Brasil da Netflix, Adrien Muselet, todos os envolvidos nos filmes têm excelentes "track records". "Quando juntamos os melhores talentos, temos mais chances de criar grandes sucessos", diz. Especificamente sobre Hassum, destaca que o humorista é um dos grandes campeões de audiência nos últimos dez anos do cinema brasileiro.

A primeira produção, intitulada "Tudo Bem no Natal que Vem", começa a ser filmada em novembro e deve ser lançada em 2020, enquanto o segundo filme começa a ser produzido ano que vem, e está previsto para estrear em 2021.

"Tudo Bem no Natal que Vem" conta a história de um pai de família que sempre odiou o Natal e que cai do telhado da sua casa ao ser forçado a bancar o Papai Noel. Ele acorda no mesmo feriado do ano seguinte e  percebe que está fadado a acordar no Natal, ano após ano, tendo que lidar com as consequências do que o seu outro eu fez durante o ano que passou. Os dois filmes serão disponibilizados na Netflix em mais de 190 países e em 30 línguas.

Investimentos em 2020

Conforme anunciado por Greg Peters, CPO da Netflix, na Futurecom, o serviço de vídeo online investirá R$ 350 milhões em conteúdo brasileiro em 2020. De acordo com Adrien Muselet, o valor abrange as produções originais criadas com produtoras brasileiras e o licenciamento de conteúdo, inédito ou não. "Trabalhamos em todos os modelos possíveis", diz.

De acordo com Musselet, a Netflix busca boas histórias e pode ajudar os idealizadores a encontrar a melhor forma de levá-las às telas. "Muitas vezes, chegam ideias de séries que viram filmes, ou de filmes que viram séries", explica.

Além disso, o OTT pode entrar de diversas maneiras na obra, como produtor, apenas licenciando ou mesmo no pré-licenciamento.

A performance do conteúdo nacional é muito boa na base local e, em diversos casos, vai bem também nos outros países onde o serviço está presente. A primeira produção original local da Netflix, a série "3%", produzida pela Boutique Filmes, teve mais da metade de sua audiência fora do país, conta Muselet.

Ele destaca ainda alguns filmes nos quais a Netflix investiu através do pré-licenciamento e que tiveram boa audiência fora do país: "Cinderela Pop", da Panorâmica, e "Kardec", da Conspiração.

Segundo Muselet, a tendência é de aumento do volume de trabalho e investimentos no conteúdo local no Brasil. "O novo anúncio (com Hassum) é a continuidade do que estamos fazendo no Brasil. Começamos a produzir localmente em 2015 e vamos investir cada vez mais", diz

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top