25/03/1998, 00:45

Publicitário dá dicas e faz estimativas para o curto, médio e longo

POR REDAÇÃO

O publicitário Otavio Bocchino, da Mediacomm Worldwide, deu suas dicas para os profissionais de mídia trabalharem a TV paga: comprar mais canais, mais canais no mesmo horário, usar patrocínio, procurar integração editorial. Disse que a tendência é que haja cada vez menos intervalos entre os programas e que a aferição de audiência é um desafio contínuo, mesmo no mercado mais desenvolvido que é o dos Estados Unidos. Outra mudança no mercado, segundo ele, diz respeito ao horário nobre, que não é mais o mesmo para todos, abrindo excelentes oportunidades durante o "daytime". De acordo com Bocchino, para o longo prazo a previsão é de que no Brasil haja maior programação para a classe C, distribuição de audiência pelos diversos canais, com as novelas predominando (na TV Aberta). No médio prazo, deve haver uma mudança geral na estrutura de preços. Para o curto prazo, ele crê que os novos sistemas de mídia vão alterar completamente o cenário, exigindo maior preparo técnico.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2020 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top