STREAMING
15/07/2019, 19:28

Globoplay, AfroReggae Audiovisual, Hungry Man e Multishow apresentam "A Divisão"

POR MARIANA TOLEDO

Nesta segunda-feira, 15 de julho, o Globoplay apresentou oficialmente à imprensa a nova série original da plataforma, "A Divisão". A produção, que é assinada pela AfroReggae Audiovisual em parceria com o Multishow e a Hungry Man, estreia no streaming com cinco episódios, de aproximadamente 40 minutos de duração cada, nesta sexta-feira, 19.

Criado por José Júnior e dirigida por Vicente Amorim, o thriller policial é baseado em histórias reais e retrata os bastidores de uma força tarefa que se uniu, nos anos 90, para acabar com a onda de sequestros no Rio de Janeiro. No elenco, Silvio Guindane, Erom Cordeiro, Marcos Palmeira, Dalton Vigh, Natalia Lage e Vanessa Gerbelli, dentre outros.

"Inicialmente, pensei em fazer um livro. Aí a coisa foi tomando corpo, chegou ao braço audiovisual do AfroReggae e, em parceria com o Vicente Amorim, demos início ao desenvolvimento do projeto. Planejamos uma série de cinco episódios, mas a verdade é que o assunto é facilmente desdobravél em diversas temporadas.", conta José Junior. "Todos os projetos de segurança adotados no Rio de Janeiro nos últimos anos fracassaram. Eu queria mostrar que é possível mudar. Que dá pra fazer direito quando os diferentes se juntam para um bem comum.", completa.

Vicente, que assina a direção, explica que o tempo todo a série propõe a pergunta "Os fins justificam os meios?". O diretor conta que o objetivo não era fazer uma propaganda da polícia e nem demonizar os bandidos. "A diferença entre eles é uma linha tênue. Isso é claro no mundo real e também fica claro na história. E essa questão central proposta pela produção é urgente no atual momento. Queremos discorrer sobre o que acontece quando certos limites são ultrapassados.", afirma. Ao ser questionado se as cenas de violência chocariam o público, na direção do que "Tropa de Elite" fez, o diretor declara: "A violência não pode ser normalizada. Tem que chocar mesmo. O que fizemos foi evitar a glorificação da violência e cair nos estereótipos. O tempo todo falei para os atores: não é para interpretar o personagem, e sim vivê-lo.". Silvio Guindane, um dos protagonistas, concorda: "Não queríamos cair no over-acting, isto é, já fazer aquela cara de mau que segurar uma arma na mão induz. Durante as gravações, tratei o fuzil como uma extensão do meu corpo, para não virar um ator fingindo que está atirando. Mesmo que a arma não aparecesse em cena, ela estava sempre ali.".

A equipe esteve em contato o tempo todo com muitos dos personagens reais retratados na trama, como policiais que trabalharam nas divisões anti-sequestro, vítimas e delegados. "O AfroReggae só trabalha com histórias reais e pessoas que participaram de verdade dos acontecimentos. Em muitos dos momentos, por exemplo, colocamos os delegados frente a frente com pessoas que eles prenderam no passado.", conta. José Junior explicou ainda que sempre opta por gravar em áreas de conflito e trazer negros para o protagonismo das histórias. Marcos Palmeira, que está no elenco, confirma: "Filmamos em locações que ninguém nunca teve acesso. O processo de vivência com ex-detentos e policiais foi uma experiência muito diferente. A força do AfroReggae está muito refletida nesse processo. Entramos nessa de verdade, nos deslocando da nossa realidade.". Natália Lage, também parte do elenco, completa: "Os encontros com quem viveu tudo isso de verdade fizeram toda a diferença no trabalho. Todos os personagens ali retratados se espelham em alguém real. E a série não vem para dizer como você deve pensar ou quem está certo. Ela levanta questões, sem ilustrar quem é mocinho ou bandido.".

Desdobramentos

Os dois anos e meio de produção de "A Divisão" resultaram em um grande volume de material. Além da primeira temporada, que estreia no Globoplay na sexta-feira com cinco episódios, uma segunda leva já está confirmada, com outros cinco capítulos, e lançamento previsto para o próximo ano. Haverá ainda um longa-metragem, com os mesmos personagens vivendo em um outro contexto, com estreia programada para o início de 2020. No ano que vem, a série será exibida ainda na TV por Assinatura, pelo Multishow. Por fim, no dia 4 de agosto, um documentário com cenas de bastidores e curiosidades de making of será apresentado pelo Multishow. Todo o conteúdo foi filmado de uma só vez, há um ano.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2019 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top