ESTREIA
19/02/2020, 18:47

Paramount Channel estreia sua primeira série nacional, "Submersos"

Na segunda-feira, dia 2 de março, às 20h30, o Paramount Channel estreia com exclusividade na TV paga "Submersos", sua primeira série brasileira. Em parceria com a Plural Filmes, a obra foi gravada entre Florianópolis, no Brasil, e em Córdoba, na Argentina, sob a direção nacional de Marcia Paraíso e a internacional de Claudio Rosa e Pablo Brasa. A primeira temporada estreia com 13 episódios com uma hora de duração cada.

A trama é protagonizada por Nando (Cassio Nascimento), um ex-campeão mundial de surf que é filho bastardo de um aristocrata de uma tradicional família catarinense. Nando é uma figura muito conhecida – ícone do esporte e celebridade – mas sempre teve uma vida desregrada, diferente do que se espera de um atleta de ponta. Frequentemente, ele se envolve em brigas e confusões, e quase todos os dias é visto nas baladas mais famosas do país – nos bastidores, ele é um homem depressivo, abalado especialmente por conta da morte da mãe.

Após sua aposentadoria precoce do surf, Nando abre uma marca de roupas com seu nome. Sob o suporte de Gabi (Mariano Bertolini), um promoter argentino que é seu amigo de infância, ele se prepara para expandir a marca para o mercado da Argentina. Na realidade, tudo não passa de uma fachada para seu envolvimento no tráfico internacional de drogas. Em parceria com o ex-sócio de seu pai, Nando pretende exportar anfetaminas dentro das pranchas de surf – mas o plano que parecia já certo dá errado: as pranchas desaparecem, Nando é sequestrado e tudo indica que Gabi é o grande traidor da história.

A equipe de "Submersos" contou com mais de 60 pessoas, entre atores e profissionais brasileiros e argentinos no casting. Dentre eles, Cassio Nascimento, Mariano Bertolini, Zécarlos Machado, Ana Cecília Costa e Guilherme Weber são os destaques do elenco. "O intercâmbio com os profissionais argentinos foi muito importante e rico – trabalhamos com atores cordobeses incríveis. A parceria foi muito feliz˜, contou Cassio Nascimento, o intérprete do Nando, em evento de lançamento da série realizado em São Paulo na última terça, 18.

Além do trabalho na Argentina, também foi reforçada durante o evento a importância de uma produção filmada fora do eixo brasileiro Rio-São Paulo. Sobre o assunto, Guilherme Weber, que interpreta o Branco, personagem que transita entre a vilania e o humor na série, comenta: "Foi um prazer gigante trabalhar com a Plural e sair desse eixo – essa locação traz uma sonoridade para a série, um sotaque diferente, que não é muito reconhecido na televisão. É um frescor perceber esse outro registro musical de atores". Lucas Heymanns, que faz o personagem Gordo, é um exemplo de ator de Florianópolis no elenco da produção.

"Submersos" começou a ser filmada em 2017 – época em que o audiovisual brasileiro encontra-se em um contexto bastante diferente do atual. Em entrevista exclusiva para TELA VIVA, a diretora Marcia Paraíso discorreu sobre a questão: "O processo de coprodução começou no Festival Ventana Sur com incentivo da Ancine, que tinha uma verba de apoio para produtoras brasileiras participarem de eventos internacionais. Na época, já estávamos em contato com produtores argentinos e a Ancine possibilitou que a gente se encontrasse pessoalmente e que começasse a desenhar essa coprodução. No início, entraríamos apenas com 30%, mas fomos desenhando de tal forma que chegamos a uma divisão igualitária. Então a gente vivia com um otimismo crescente. 'Submersos' é resultado disso, de políticas públicas voltadas ao audiovisual nacional. Até o fato de termos trabalhado com uma equipe de profissionais de Florianópolis mesmo tem a ver com isso também".

A diretora revelou que, em maio, começa a filmar outro longa-metragem em coprodução internacional, desta vez com o Canadá – e que após esse projeto não há mais nada em vista, já garantido. "Ainda assim, eu não acredito que a gente vá andar para trás. Hoje, podemos firmar parcerias com canais fechados e com plataformas como Amazon e Netflix. São caminhos possíveis. Obviamente que mais difíceis e tortuosos – mas são caminhos. Não é fácil fechar essa porta. A gente se organizou, temos energia de luta".

Além de Marcia Paraíso, assinam a direção ainda os argentinos Claudio Rosa e Pablo Brasa. "Dividir a direção é um trabalho de negociação, diálogo e comunicação. No set, não dirigimos juntos, e sim por cena, mas existe muita conversa no depois, com troca de opinião na hora da montagem e da finalização. Eu gosto muito da parte que eu chamo de envelopamento – que é pensar na trilha sonora, na cor, na abertura… Então eu fiquei muito confortável porque toda essa parte foi feita no Brasil, então pude interceder", afirma. A diretora disse ter participado ativamente da escolha da trilha. Quem assina a direção musical e a técnica de som direta é Ju Baratieri – a profissional, ao lado de Paraíso, escolheu cada música do programa pensando nesse intercâmbio Brasil-Argentina, isto é, com canções em português e em espanhol. A trilha da abertura é uma composição exclusiva para a série feita por Sebastian Piracés-Ugarte, da banda Francisco, el Hombre.

"Submersos" é a primeira ficção brasileira do Paramount Channel com coprodução internacional e vai ao ar a partir de 2 março, segunda-feira, às 20h30, com exclusividade na TV paga.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2020 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top