Programação
10/10/2018, 23:15

Food Network reestrutura grade e break comercial e exibe mais de 200 horas de conteúdo inédito até o fim do ano

O Food Network anuncia que, de outubro até dezembro, irá exibir mais de 200 horas de programação inédita. São novas produções locais, séries e temporadas de atrações já consagradas na grade do canal. "A decisão partiu de uma estratégia interna com base em nossa expertise no segmento de canais de estilo de vida e focada nas constantes pesquisas que realizamos. O Food Network, desde a aquisição da Scripps pela Discovery, não é mais um canal isolado, mas sim parte de um portfólio completo de estilo de vida, líder no segmento no Brasil, que inclui o Discovery Home & Health e o TLC, e por isso houve uma reorganização dos conteúdos.", explica, em entrevista exclusiva, Monica Pimentel (na foto acima), vice-presidente de conteúdo da Discovery Networks Brasil.

As novidades se concentram na faixa noturna do canal e começam pela criação de uma faixa inspirada na confeitaria, com exibição de segunda a sexta-feira. Ela é composta por "Doces Lugares", às 19h15, seguido por "Guerra dos Cupcakes", às 19h40. Na primeira, chefs e críticos comentam o que mais gostam em sobremesas criadas por confeiteiros famosos enquanto na segunda, a cada episódio, quatro dos melhores confeiteiros de cupcakes se enfrentam em três desafios eliminatórios até restar apenas um – este, leva pra casa um prêmio de US$ 10 mil.

Outro destaque é a nova temporada de "Bizu" – já em exibição pelo canal -, atração local que vai ao ar sempre às quartas-feiras. A partir das 18h, a chef Luiza Hoffmann escolhe um ingrediente principal como tema para uma sugestão de cardápio completo, composto por entrada, prato e sobremesa. Entre os programas locais figura também a quarta temporada de "Tempero na Mochila", no ar às segundas-feiras, às 23h, a partir de 12 de novembro. Na nova leva, o chef carioca Pedro Benoliel desbrava Minas Gerais, estado que tem a gastronomia como seu maior símbolo. As produções locais, inclusive, crescem no canal. "Elas estão distribuídas ao longo da grade, mas a exibição principal se concentra de segunda a sexta no prime time, a partir das 18h, onde temos 11% de conteúdo nacional.", revela Monica. "Os conteúdos originais sempre aproximam a audiência e nada melhor do que trazer ingredientes e temperos bem brasileiros aos nossos programas locais.", continua.

Também às quartas, uma das estrelas do canal, Giada de Laurentiis, comanda três diferentes séries: "Giada Faz a Festa", às 18h25, "Giada em Casa", às 20h30, e "Giada na Itália", às 21h20. Já para as quintas-feiras, fica marcada a nova temporada de "Guerra dos Bolos", com exibição às 20h30. Aos sábados, outra nova temporada: a quarta leva de "Pequenos Confeiteiros", que reúne um time de futuros chefs especializados em confeitaria disputando quem faz as melhores sobremesas. E aos domingos, às 22h10, é a vez da inédita "O Rei do Sanduíche". A cada episódio de meia hora – seis ao todo – o cozinheiro Jeff Mauro prepara um sanduíche completo. Ao longo da temporada, são apresentadas novas combinações de sabores em pães, guarnições, recheios e acompanhamentos.

A nova grade traz ainda "Desafio de Churrasqueiros", às terças, 20h30; "Comidas de Praia com Katie Lee", aos domingos, 23h; "Sabores da América com Michael Symon", às terças, 23h; "Na Rota do Sabor", às sextas, 20h30; "Chef Itinerante", às terças, 23h50 (a partir de 06 de novembro); e "Show de Cozinha", às segundas, 21h20. Entre os programas que retornam com novas temporadas, estão "Locos x El Asado", às terças, 22h10; e "Receitas da Ina: De Volta ao Básico", aos domingos, 20h30. Para dezembro, o canal prepara atrações inéditas exclusivas para a data: "A Disputa dos Confeiteiros: Natal", prevista para os sábados entre 15 e 29/12, às 20h30, e "Receitas de Fim de Ano com Rachel Ray" no domingo, 23/12, às 22h10.

Parcerias

Para as produtoras interessadas em trabalhar com o Food Network, a vice-presidente de conteúdo dá o direcionamento. "Estamos sempre abertos a receber bons projetos e que sigam a linguagem do canal. O Food Network é um canal muito focado em programas que ensinam efetivamente receitas, como o 'Bizu', mas cabem formatos que passam pela culinária regional, como o 'Tempero na Mochila', e alguns realities, como 'Um Dia de Chef', que ensina quem não tem nenhuma familiaridade com a cozinha a fazer um prato digno de restaurante.", exemplifica. "Além de buscarmos bons formatos, procuramos também talentos inovadores.", completa.

Monica conta ainda como os investimentos no digital vieram antes dessa estratégia de reformulação de grade linear e relembra cases recentes. "Quando o canal passou a fazer parte do portfólio da Discovery, continuamos usando o meio digital não somente como plataforma, mas também como um ambiente de teste para medir o interesse da audiência para conteúdos específicos.", afirma. "Em 2018, tivemos novas frentes abertas, um amadurecimento das plataformas de modo geral e algumas iniciativas de conteúdo nativo digital que foram assertivas dado ao aprendizado desde o lançamento do canal. O programa 'Um dia de Chef', com sua estratégia 360, e a websérie 'Restô', que ganhou as telas de cinema e exposição no Metrô de São Paulo, são bons exemplos.", cita.

Publicidade

E, claro, esse caminho de mudanças do digital e da TV impacta também nas questões de publicidade. Sobre o assunto, Roberto Nascimento, vice-presidente de vendas publicitárias da Discovery Networks Brasil, declara: "Desde o momento da chegada do Food Network ao portfólio dos canais Discovery, o ajustamos para que pudesse estar totalmente integrado ao nosso formato de trabalho. Isso inclui o ajuste da tabela de preços, o desenvolvimento dos projetos no formato comercial da Discovery e a criação de projetos multicanais tendo como foco os conteúdos relacionados nos diversos canais e plataformas – tudo com o objetivo de seguir vendendo a afinidade da audiência com nossos conteúdos em quaisquer plataformas.".

Roberto Nascimento, vice-presidente de vendas de publicidade da Discovery no Brasil.

Por fim, ele revela que, para a nova fase, também houveram ajustes de breaks. "Ajustamos o formato de break ao padrão da Discovery, respeitando a experiência do usuário, aumentando o engajamento e o ATS (tempo de permanência).", diz. "Os formatos de branded content, já trabalhados pela Discovery, têm muita semelhança aos esforços que vinham sendo realizados pela Scripps. O canal tem projetos como Pepsico e Visit Orlando e outros anunciantes que passam pela produção de conteúdos, empacotamento de blocos específicos e plataformas não lineares.", conclui.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2018 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top