TV digital
17/06/2021, 21:51

Ministro volta ao RN para fase de projeto da TV digital

Em mais uma visita ao seu estado natal, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, anunciou na quarta-feira, 16, em Mossoró, dois programas distintos no Rio Grande do Norte: um de banda larga, e outro de mais uma etapa do processo de digitalização da TV aberta.

Este último se trata da primeira fase do Digitaliza Brasil, iniciativa responsável por concluir o processo de digitalização dos sinais da televisão analógica terrestre no país. Serão 17 cidades do Rio Grande do Norte que estão aptas a aderir ao programa. Com a adesão, os municípios vão receber sem custo os equipamentos para a instalação completa da infraestrutura.

A meta do MCom é engajar as prefeituras municipais onde o sinal analógico ainda é mantido para que concluam a migração. As prefeituras e radiodifusores interessados na migração do sinal devem se manifestar no prazo entre 21 de junho e 21 de julho.

O Digitaliza Brasil é o nome dado à segunda etapa do programa de digitalização da TV aberta, iniciado em 2014 para liberar a faixa de 700 MHz para as operadoras de celular no 4G. Essa nova marca foi criada por portaria do MCom, assinada em maio deste ano. O programa traz diretrizes para a distribuição dos conversores à população e instalação dos equipamentos de transmissão digital das emissoras de televisão, em benefício da população que mora nas regiões sem acesso ao serviço.

O MCom pretende universalizar o sinal digital para todos os lares brasileiros até 2023. Ao todo, serão distribuídos equipamentos de conversão para 23 milhões de pessoas.

Confira a lista das cidades potiguares aptas para adesão ao Digitaliza Brasil:
*Alexandria
* Angico
* Augusto Severo
* Baía Formosa
* Canguaretama
* Doutor Severiano
* Governador Dix-Sept Rosado
* Guamaré
* Lagoa Nova
* Montanhas
* Pedro Velho
* Portalegre
* Santo Antônio
* Serra Negra do Norte
* Tenente Ananias
* Touros
* Umarizal

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2021 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top