CINEMA
18/11/2020, 16:08

"Babenco", de Bárbara Paz, representará o Brasil na disputa por indicação ao Oscar

A Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais anuncia o longa que vai representar o Brasil na disputa por uma vaga na categoria Melhor Filme Internacional no Oscar 2021: o documentário "Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou", de Bárbara Paz.

Em reunião virtual realizada na manhã desta quarta-feira, 18 de novembro, o filme foi selecionado pelo Comitê de Seleção, composto por profissionais do audiovisual indicados pela Academia. A entidade independente que representa os profissionais da indústria este ano foi reconhecida oficialmente pela Academy of Motion Picture, Arts and Sciences (AMPAS) como única responsável pela seleção.

Presidido por Viviane Ferreira (diretora e roteirista), o comitê foi composto por André Ristum (diretor e roteirista), Clélia Bessa (produtora), Leonardo Monteiro de Barros (produtor de cinema e TV), Lula Carvalho (diretor de fotografia), Renata Maria de Almeida Magalhães (produtora) e Toni Venturi (diretor).

Ao todo, foram 19 longas inscritos – a lista completa está no site da Academia. Em decorrência da pandemia, a 93ª edição do Oscar será realizada no dia 25 de abril de 2021 e as regras oficiais da premiação estão disponíveis no site oficial da premiação.

"Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou" traça um paralelo entre a arte e a doença do diretor Hector Babenco. O filme revela medos e ansiedades, mas também memórias, reflexões e fabulações, num confronto entre vigor intelectual e a fragilidade física que marcou sua vida. O filme chega aos cinemas do Brasil na próxima quinta-feira, 26 de novembro. 

O documentário já foi selecionado para mais de 20 festivais internacionais e estreou mundialmente no Festival de Veneza de 2019, recebendo o prêmio de Melhor Documentário na Mostra Venice Classics e o prêmio Bisato D'Oro 2019 (Prêmio Paralelo ao 76º Festival Internacional de Cinema de Veneza dado pela crítica Independente). No início do ano, conquistou o prêmio de Melhor Documentário no Festival internacional de Cinema de Mumbai, na Índia. O filme também já foi selecionado para o festival do Cairo, Festival de Havana, Festival de Mar del Plata, Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Festival do Rio, Mostra de Tiradentes, Festival de Aruanda, FIDBA (Festival Internacional de Cinema Documental), na Argentina,Baltic Sea Docs, na Letônia e para o Mill Valley Film Festival, nos Estados Unidos.

"Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou" é uma produção HB Filmes e produzido por Bárbara Paz. A coprodução é da Gullane (pelos irmãos Caio Gullane e Fabiano Gullane), Ava Filmes, Lusco Fusco, Globo Filmes, GloboNews e Canal Brasil. No Brasil, a distribuição é da Imovision.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2020 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top