Fundo Setorial do Audiovisual
23/12/2021, 12:33

Edital de complementação para longas contará com R$ 111,6 milhões

O primeiro edital do Fundo Setorial do Audiovisual após a aprovação do novo plano de ação por parte do Comitê Gestor do FSA foi aprovado pela diretoria colegiada da Ancine nesta semana, a última do ano. Serão destinados R$ 100 milhões para a conclusão da produção de longas-metragens em estágio avançado de financiamento e execução. 

O edital de complementação é destinado à conclusão de projetos com início de financiamento pelo FSA ou pelos mecanismos das Leis de Incentivo. Tanto projetos que não captaram os recursos necessários para a conclusão das produções como aqueles que captaram mas precisaram alterar o orçamento em função dos efeitos da Covid19 podem se inscrever. "O objetivo é, por um lado, garantir a conclusão dos projetos e a presença de produto nacional nos cinemas nos próximos anos, como também mitigar os efeitos da Covid19", disse o diretor-presidente da Ancine, Alex Braga, a este noticiário.

Cada projeto poderá receber no máximo R$ 3 milhões. O edital, a ser lançado ainda neste ano pelo BRDE, disponibiliza mais R$ 11,6 milhões em investimentos na etapa de comercialização das obras. As inscrições ficarão abertas entre 31 de janeiro e 31 de março de 2022.

As regras do edital preveem a adoção de um indutor regional para garantir que ao menos 30% dos recursos sejam direcionados a projetos de produtoras das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e um mínimo de 10% a projetos de empresas sediadas na Região Sul e nos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Novo contrato

O edital foi possível após a aprovação, por parte da Ancine e do BNDES do novo contrato entre as duas partes para garantir a execução do FSA nos próximos cinco anos, com aporte de até R$ 5 bilhões em investimentos na atividade audiovisual. O instrumento, que inclui o BRDE como agente financeiro descentralizado do FSA, possibilita o lançamento dos editais do Plano de Ação aprovado pelo Comitê Gestor do FSA, no valor de R$ 651,2 milhões.

Recursos liberados

Ainda na última reunião do ano da diretoria colegiada da Ancine, foram deliberados 66 projetos, incluindo liberações de recursos captados por 24 projetos, no montante total de R$ 29,3 milhões, e investimentos na comercialização de sete projetos, que possibilitarão o lançamento destas obras em salas de cinema.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2022 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top