PROGRAMAÇÃO
02/06/2022, 17:36

TV Cultura exibe concerto dos 60 anos da Fapesp, na Sala São Paulo

A FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) celebrou seus 60 anos na última segunda-feira, dia 30 de maio, com um concerto na Sala São Paulo que reuniu, pela primeira vez, a Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo (OSUSP), o Coro Contemporâneo de Campinas, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o Coral Paulistano do Theatro Municipal de São Paulo e o Grupo de Percussão do Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista (Unesp), com regência de Luiz de Godoy. A apresentação especial poderá ser vista no programa "Clássicos", da TV Cultura, neste sábado, dia 4 de junho, a partir das 22h30. 

A primeira parte do concerto homenageou os mais de 660 mil brasileiros mortos na pandemia de COVID-19, com a apresentação do "Réquiem", de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791), e "Lux Aeterna", última parte do
"Réquiem em ré menor", que o Padre José Maurício Nunes Garcia (1767-1830) compôs para as exéquias de D. Maria I.

Na segunda parte, o concerto saudou a vitória da ciência na luta contra o vírus e a retomada da vida social e econômica com "Concerto para violão e orquestra", de Heitor Villa-Lobos (1887-1959); "Dança brasileira" e "Dança selvagem", de Mozart Camargo Guarnieri (1907-1993); "Passarim", de Antônio Carlos Jobim (1927-1994) e "Aquarela do Brasil", de Ary Barroso (1903-1964).

A Orquestra Sinfônica da USP (Osusp), órgão da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, foi criada há 47 anos. Realizou diversas turnês internacionais e nacionais, lançou oito álbuns, organizou concursos de composição, participou de montagens de óperas e se apresentou com alguns dos mais celebrados regentes e solistas do Brasil e do mundo.

O Coral Paulistano, formado em 1936 por Mário de Andrade, foi um dos desdobramentos do movimento modernista e da Semana de Arte Moderna de 1922. Tem como regente titular Maíra Ferreira, bacharel em regência e em piano pela Unicamp, com mestrado em regência pela Universidade Butler, em Indianópolis, nos Estados Unidos.

O Coro Contemporâneo de Campinas é o resultado de iniciativa do maestro Angelo José Fernandes, docente do Departamento de Música, com alunos de canto, instrumento, regência e composição dos cursos de música do Instituto de Artes da Unicamp. Fernandes também dirige o Ópera Estúdio Unicamp.

O Grupo de Percussão do Instituto de Artes (Piap) da Unesp, criado em 1978, é formado por alunos do Curso de Bacharelado em Percussão da Unesp.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 1996-2022 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top